Alarmes e Sensores

Como será que funcionam os alarmes e sensores ? Há muitas maneiras diferentes de se criar um sensor de movimento.ivp-3000-pet-front

É comum as lojas terem um feixe de luz cruzando o espaço perto da porta e um fotosensor do outro lado desse espaço. Quando um cliente quebra o feixe, o fotosensor detecta a mudança na quantidade de luz e toca uma campainha;

Muitos supermercados têm abridores de porta automáticos que utilizam uma forma muito simples de radar para detectar quando uma pessoa passa perto da porta. A caixa acima da porta envia uma quantidade de energia de rádio de microondas e aguarda que esta seja refletida de volta. Quando uma pessoa se move no campo da energia de microondas, ela altera a quantidade de energia refletida ou o tempo que leva para a reflexão chegar, fazendo com que a caixa abra a porta. Como esses dispositivos utilizam radar, eles freqüentemente colocam em funcionamento detectores de radar;

A mesma coisa pode ser feita com ondas de som ultrasônico, refletindo no alvo e esperando pelo eco.

Todos estes são alarmes e sensores ativos. Eles injetam energia (luz, microondas ou som) no ambiente para detectar qualquer espécie de alteração.

O “sensor de movimento” na maioria das lâmpadas automáticas (e sistemas de segurança) é um sistema passivo que detecta energia infravermelha. Esses sensores são conhecidos como detectores PIR (infravermelho passivo) ou sensores piroelétricos. Para fabricar um que possa detectar uma pessoa, é necessário fazer com que estes alarmes e sensores sejam sensível à temperatura do corpo humano. Pessoas, que têm a temperatura da pele ao redor de 34°C, irradiam energia infravermelha com comprimento de onda entre 9 e 10 micrômetros. Portanto, os sensores são normalmente sensíveis na faixa dos 8 a 12 micrômetros.

Os dispositivos são simples componentes eletrônicos simples como um fotosensor. A luz infravermelha joga elétrons em um substrato e esses elétrons podem ser detectados e amplificados em um sinal.

Em se tratando de alarmes e sensores, você provavelmente deve ter notado que a luz é sensível ao movimento, mas não a uma pessoa que fica parada. Isso acontece porque o pacote eletrônico preso ao sensor fica aguardando uma mudança rápida na quantidade de energia infravermelha que está enxergando. Quando uma pessoa caminha perto do sensor, a quantidade de energia infravermelha no campo de visão muda rapidamente e é facilmente detectada. Você não quer que o sensor detecte alterações pequenas, como a calçada esfriando à noite, por exemplo.

O sensor de movimento da lâmpada automática possui um amplo campo de visão devido à lente que cobre o sensor. A energia infravermelha é uma forma de luz, portanto você pode focalizá-la e flexioná-la com lentes de plástico. Mas não é como se existissem alarmes e sensores com feixe 2-D. Existe um único sensor no interior buscando alterações na energia infravermelha.Alarmes e sensores

Se você tem um alarme antifurto com alarmes e sensores de movimento, deve ter notado que estes sensores não podem “vê-lo” quando você está do lado de fora olhando através da janela. Isso acontece porque o vidro não é muito transparente para a energia infravermelha. A propósito, esse é o fundamento da estufa. A luz passa através do vidro da estufa e aquece tudo o que está dentro dela. Faz sentido que um detector de movimento, sensível à energia infravermelha, não possa “ver” através das janelas de vidro.

Alarmes e sensores – Detecção de movimento

Os alarmes e sensores de circuito são muito eficazes para guardar o perímetro de uma casa, mas não funcionam tão bem dentro de um prédio. Isto ocorre porque as ações do intruso são altamente imprevisíveis, não se sabe onde vão ou o que irão tocar. Um “gatilho” específico não é muito eficaz. Para detectar um intruso que já está dentro da casa, você precisa de um detector de movimento.

Os detectores de movimento básicos são bem comuns hoje em dia. Por exemplo, você os vê a todo momento em portas automáticas. Há vários tipos diferentes de alarmes e sensores.

Uma abertura de porta automática é um exemplo de um detector de movimento baseado em radar. A caixa sobre a porta envia rupturas de microonda energia-rádio (ou ondas de som ultrasônica) e espera a energia refletida para interrupção de volta. Se não houver alguém na frente da porta, a energia-rádio vai devolver no mesmo padrão. Mas se alguém entra na área, o padrão de reflexão é perturbado. Quando isto acontece, o sensor envia um sinal e a porta se abre. Em um sistema de segurança, o sensor envia um sinal de alarme quando o padrão de reflexão em um cômodo é perturbado.

Alarmes e sensores
O detector emite a energia- rádio em um cômodo e monitora o padrão de reflexão.
Alarmes e sensores

Se alguém perturbar o padrão de reflexão, o detector de movimento envia um sinal de alarme para a caixa de controle.

Alarmes e sensores – Um projeto simples

Um outro projeto simples é um detector de movimento de sensor-foto. Estes são os equipamentos que você pode ver em uma loja em um shopping center. Quando alguém entra na loja, o detector de movimento aciona um sino ou uma campainha. Sensores-foto têm dois componentes:

  • uma fonte de feixe laser de luz focada
  • um sensor de luz

Em um sistema de segurança de casa, você mira o feixe de luz através de uma passagem em sua casa. Quando alguém anda entre a fonte de luz e o sensor, o caminho do feixe é bloqueado rapidamente. O sensor registra uma queda nos níveis de luz e envia um sinal para a caixa de controle.

Alarmes e sensores – Mais avançados

Sistemas de segurança de alarmes e sensores, mais avançados incluem detectores de movimento infravermelho passivo (IVP). Esses sensores “vêem” a energia infravermelho emitida pelo calor do corpo de um intruso. Quando um intruso caminha no campo de visão do detector, o sensor detecta um aumento acentuado na energia infravermelho. Claro, vai haver flutuações graduais de energia de aquecimento em uma área, e os detectores de IVP são designados para disparar o alarme somente quando os níveis de energia infravermelho mudam muito rápido. Consulte esta página para mais informações.Alarmes e sensores

Todos esses projetos de detector de movimento podem ser combinados em uma casa para oferecer uma cobertura completa. Em um sistema de segurança normal, a caixa de controle não vai acionar o alarme de imediato quando os detectores de movimento forem disparados. Há um pequeno atraso para dar tempo ao dono da casa entrar com um código de segurança que desliga o sistema de alarmes e sensores.

Entretanto, se o código de segurança não for digitado, a caixa de controle ativa vários alarmes. Na próxima seção, veremos alguns dos tipos de alarme que podem ser encontrados em um sistema de segurança usual.