CONTROLE DE ACESSO VEICULAR

Atualmente é imprescindível controlar o acesso de pessoas e veículos que acessam condomínios comercias, empresas e principalmente condomínios residenciais, com o objetivo de agilizar a vida de quem tem autorização para acessar tais lugares e dificultar e impedir a entrada de pessoas que não possuem tal autorização, desconhecidos e até mesmo possíveis suspeitos.
Tendo em cista que a a garagem é um dos pontos mais vulneráveis de um condomínio e que a ousadia e criatividade dos criminosos, que utilizam de carros clonados ou com placas adulteradas e com vidros escuros , a necessidade de investimento em sistemas de controle veicular, ou seja sistemas de identificação automática de veículos que proporcionam acesso rápido, prático, fácil e confiável aos usuários, tem aumentado exponencialmente. Entretanto a maioria dos condomínios ainda, não da atenção necessária a essa área, seja não contratando uma empresa de confiança para a realização desse serviço ou não investindo em manutenção e modernização dos mesmo, o que caracteriza um erro gravíssimo.

Mesmo que o condomínio possua um sistema de controle veicular e de pessoas moderno, eficaz e eficiente, o sistema por si só não garante total segurança, por isso listamos algumas dicas uteis para que a segurança seja totalmente garantida:

  • Ao chegar e sair do condomínio, fique atento à presença de estranhos nas imediações;
  • Evite deixar portões abertos enquanto se despede de visitantes na portaria;
  • Evite comentar assuntos de segurança do condomínio com outras pessoas estranhas ou não;
  • Nunca deixe controles e chaves de portões e garagens no carro ou na portaria, pois podem ser furtados e utilizados para entrada de estranhos ao condomínio;
  • Criar critérios para o controle de acesso de funcionários e prestadores de serviços;
  • Adotar regras claras e rigorosas para atender visitantes, entregadores de encomendas, etc;
  • Não permanecer em horários impróprios do lado de fora da portaria; Sempre manter a porta do apartamento fechada.

 

 

Fonte: Seu Condomínio