COMO FAZER UMA BOA GESTÃO NO CONDOMÍNIO?

Obter uma excelente administração em um condomínio não é uma tarefa fácil. E sobretudo, para que haja uma excelente  administração, é extremamente importante  saber onde estão os gastos, e onde o dinheiro arrecadado esta sendo aplicado, para que as contas não saiam do controle. No entanto, algumas medidas são essenciais para que exista uma redução nos gastos. Tais medidas como poupar energia é uma delas. Usar lampadas de LED, instalar sensores de presença, são algumas das dicas. A água também é um recurso que se deve poupar, por isso realizar manutenções preventivas a fim de evitar futuras dores de cabeça, como problemas com instalações é uma ótima opção.

Para que se tenha uma boa administração, é fundamental  que se tenha uma boa administração financeira, pois é preciso estar ‘em dia’ com as questões administrativas, burocráticas, operacionais, financeiras, trabalhistas e jurídicas, e questões  como pagar contas do condomínio, representar o condomínio nos órgãos públicos, e homologações trabalhistas, quando preciso, emitir boletos bancários referente à taxa do condomínio, selecionar e treinar funcionários são responsabilidades do administrador. Para ser um bom gerenciador e conduzir com ética a administração de condomínio, o administrador deverá ter ‘pulso forte’ e ‘mão amiga’ afinal lidar com uma grande quantidade de pessoas não é tarefa fácil.

Assim a administração de condomínios é um assunto que está relacionado à conveniência, comodidade e bem-estar. Com a crescente urbanização do Brasil, viver em condomínios horizontais e verticais passou a ser uma tendência natural para otimizar os espaços da malha urbana, e para que se tenha uma boa convivência da parte dos moradores, torna-se importante uma boa administração em condomínios.

fonte: Seu condomínio

CONTROLE DE ACESSO VEICULAR

Atualmente é imprescindível controlar o acesso de pessoas e veículos que acessam condomínios comercias, empresas e principalmente condomínios residenciais, com o objetivo de agilizar a vida de quem tem autorização para acessar tais lugares e dificultar e impedir a entrada de pessoas que não possuem tal autorização, desconhecidos e até mesmo possíveis suspeitos.
Tendo em cista que a a garagem é um dos pontos mais vulneráveis de um condomínio e que a ousadia e criatividade dos criminosos, que utilizam de carros clonados ou com placas adulteradas e com vidros escuros , a necessidade de investimento em sistemas de controle veicular, ou seja sistemas de identificação automática de veículos que proporcionam acesso rápido, prático, fácil e confiável aos usuários, tem aumentado exponencialmente. Entretanto a maioria dos condomínios ainda, não da atenção necessária a essa área, seja não contratando uma empresa de confiança para a realização desse serviço ou não investindo em manutenção e modernização dos mesmo, o que caracteriza um erro gravíssimo.

Mesmo que o condomínio possua um sistema de controle veicular e de pessoas moderno, eficaz e eficiente, o sistema por si só não garante total segurança, por isso listamos algumas dicas uteis para que a segurança seja totalmente garantida:

  • Ao chegar e sair do condomínio, fique atento à presença de estranhos nas imediações;
  • Evite deixar portões abertos enquanto se despede de visitantes na portaria;
  • Evite comentar assuntos de segurança do condomínio com outras pessoas estranhas ou não;
  • Nunca deixe controles e chaves de portões e garagens no carro ou na portaria, pois podem ser furtados e utilizados para entrada de estranhos ao condomínio;
  • Criar critérios para o controle de acesso de funcionários e prestadores de serviços;
  • Adotar regras claras e rigorosas para atender visitantes, entregadores de encomendas, etc;
  • Não permanecer em horários impróprios do lado de fora da portaria; Sempre manter a porta do apartamento fechada.

fonte: Seu Condomínio

CONTROLE EFICIENTE DE VISITANTES.

A vida na sociedade em que vivemos está a cada dia mais perigosa, vemos isso com o aumento gradativo na incidência de crimes não somente nos grandes centros, mas em todas as cidades do país. Visando uma maior segurança e qualidade de vida muitas pessoas tem escolhido morar em condomínios fechados. Por isso o sistema de monitoramento e de controle de acesso de pessoas é tão importante.

segurança do um condomínio é um tema bastante discutido nas assembleias e é um ponto de maior preocupação para síndicos e administradoras de condomínio.É importante que durante as discussões seja definido um processo para monitoramento e controle de pessoas que acessam o local, a seguir listamos alguns passos que são uteis e fundamentais para um controle eficiente:

    • Identificação: o visitante deverá se identificar e informar o objetivo da sua visita e quem irá visitar.
    • Confirmação: confirmar com o morador se o visitante tem autorização para entrar.
    • Acesso ao condomínio: somente após a confirmação, a entrada será autorizada.Caso contrário, o visitante será barrado.
    • Registro: para um controle mais adequado de informação, os dados principais do visitante devem ser registrados.

Vale salientar que:

    • caso não haja nenhum morador no apartamento, a entrada deverá ser estritamente negada.
    • entregadores não devem ser permitidos a entrar no condomínio, o morador deve retirar as próprias encomendas.
    • caso o morador possua vaga na garagem para o visitante, é importante que o veiculo esteja registrado em um controle acesso, e que o morador autorize a entrada na garagem.
Portanto a existência de um sistema de controle de acesso e a contratação de um empresa e confiança para realizar tais tarefas são imprescindíveis para que se obtenha um controle eficiente de visitantes no condomínio e consequentemente um maior qualidade de vida para os condôminos.
fonte: Seu Condomínio

POR QUE USAR SISTEMAS DE CONTROLE DE ACESSO EM SEU CONDOMÍNIO?

controle de acesso é uma ferramenta importante para garantir a segurança e consequentemente melhorar a qualidade de vida dos condôminos. Um sistema de controle de acesso permite controlar o fluxo de pessoas que entra no condomínio, sejam elas moradores, visitantes, prestadores de serviço, entregadores e qualquer outra pessoa que venha a entrar no condomínio.

Um sistema de controle de acesso incluí além dos esquipamentos físicos necessários (portas, portões, cancelas de, câmeras de segurança, monitores, biometria entre outros) uma solução de software on-line, que permite saber em tempo real o que está acontecendo, quem acessou e o que foi acessado, quem entrou no condomínio e que horas entrou, quem entrou ou saiu da garagem e que horas isso aconteceu. O uso desses sistemas permite que só pessoas que tenham autorização acessem o condomínio e certas áreas ou áreas criticas dele.

O uso de soluções integradas, com softwares de gerenciamento, coletores de dados, biometria, cancelas e portões, câmeras e monitores tem se intensificado no setor de segurança para condomínios. Por isso houve um aumento no número de empresas que oferecem esses serviços, mas é importante analisar bem e escolher a empresa mais confiável do segmento, pois a falha nesse tipo de sistema e a quebra de segurança, seja ela na forma de entrada de estranhos ou vazamento de dados, é um problema muito grave.

fonte: Seu Condomínio

DESINTERESSE DE MORADORES NAS REUNIÕES DE CONDOMÍNIO.

Quem resolve viver em um condomínio tem conhecimento que todas as regras são resolvidas em convenção, na reunião de condomínio. Entretanto, a tradicional reunião de condomínio geralmente não é muito frequentada por eles próprios. Segundo levantamento feito pela Lello, empresa que administra condomínios no Estado de São Paulo, a reunião de condomínio é ignorada por cerca de 70% dos moradores de prédios residenciais. Não existe muito esforço por parte dos condôminos em participar de tais reuniões, principalmente em assembleias gerais ordinárias, onde são discutidos temas importantes para o condomínio, como aprovação de orçamento e da previsão orçamentaria.

De acordo com a pesquisa feita, a maioria dos condôminos só aparecem nas reuniões de condomínios quando o assunto a ser tratador o afeta diretamente, como por exemplo no sorteio de vagas de garagem. É importante lembrar o seguinte fato: uma decisão tomada em assembleia é definitiva, os condôminos que não foram a reunião perdem o direito de opinar a respeito do que foi decidido e que foi assinado na ata, que tem valor jurídico.

Existem vários motivos alegados pelos moradores para não comparecerem as reuniões, os mais comuns são: brigas e discussões durante a reunião, o horário em que a reunião foi marcado e a falta de assuntos que batem com os interesses pessoais do condômino. Listamos algumas dicas para se obter uma maior participação dos moradores nas reuniões:

  • Colocar em pauta temas importantes com os outros, que atraiam o interesse dos condôminos.
  • Colocar em pauta apenas assuntos realmente importantes.
  • Promova a interação e integração dos condôminos com eventos extras, além da reunião

Acertar no horário. Marcar a reunião em um horário em que pelo menos a maioria dos condôminos esteja disponível para participar da reunião.

fonte: Seu condomínio